BIO EDUCAÇÃO & HISTÓRIA

anapaula-lifecoaching-education-bx.jpg

Minhas experiências e certificações profissionais:

• Life Coach pela Beautiful You life coaching academy, 2018

• Instrutora de ThetaHealing® Básico e Avançado 2018

• Professora de Yoga Radiant Child com Cristin Tighe em 2014

• Professora de Yoga Kundalini pela KRI. Estudos na Escola Amrit Nam Sarovar em 2012

• Pós-graduada em Negócios Internacionais pela The London School of Commerce. Gloucestershire University formada em 2010

• Engenheira de Alimentos pela Universidade Brasileira PUC em 2007

• Reiki nível 1

• Terapeuta de Nutriçional, em treinamento

• Especialista em Detox, em treinamento

• Técnica de Liberacao Emocional na prática

anapaula-lifecoaching-fullstory.jpg

Olá! Aqui é a Ana Paula, estou aqui para contar um pouco mais sobre mim. Para aqueles que são apaixonados por histórias de pessoas, como eu.

anapaula-lifecoaching-story-1-bx.jpg
anapaula-lifecoaching-story.jpg

Eu saí do Brasil por um motivo. Eu queria saber quem eu era, o que eu queria e o que é a vida. Naquela época eu estava imersa nos problemas da minha família, achava que precisava salvá-los, ajudá-los o máximo que pudesse, no entanto, tentando ajudar e pensando que era responsável por mudar a vida deles, independente do assunto, eu me perdi.

Tentando energicamente mudar outras pessoas, sem transformar nossa própria dor, raiva e medos, nenhum esforço trará as mudanças duradouras que nosso mundo precisa.

Perdi o caminho até o ponto de procurar terapia para ajudar nos problemas da minha família. Me lembro da terapeuta dizendo: estamos quase no final da sessão e você ainda não começou a falar de você! Naquele dia, eu percebi que estava completamente sobrecarregada, com ombros pesados carregando comigo os problemas de todos e esquecendo meus próprios problemas.

Ana-Paula-LifeCoaching-110.jpg

Foi uma decisão difícil deixar minha família para trás, já que os amo muito e me preocupo com eles, mas hoje acho que fiz a melhor escolha. Me mudei para a Inglaterra para despertar minha alma de muitas maneiras diferentes.

Ana-Paula-LifeCoaching-23.jpg
Ana-Paula-LifeCoaching-100-corte.jpg
Ana-Paula-LifeCoaching-95-PB.jpg
Ana-Paula-LifeCoaching-111-PB.jpg

Não foi nada fácil. Tive que romper com muitos paradigmas, e o primeiro foi deixar minha carreira de engenheira em uma grande empresa multinacional para estudar inglês e trabalhar como garçonete em um bar. As pessoas costumavam dizer que eu estava ficando louca. Trabalhar no bar me trouxe humildade, igualdade e liberdade.

 

Outra aprendizagem significativa foi em direção à espiritualidade. A responsabilidade de me envolver no meu eu interior.

Eu tive que enfrentar o medo e descobrir muito sobre mim mesmo e por que me sentia tão vazia. Eu fiz isso durante muito estudo espiritual. Eu tive que desaprender o que é Deus. Minha opinião é de que Deus não é uma pessoa que quer punir você. Deus se refere à inteligência universal, consciência, fonte, amor do qual toda a vida e todas as formas físicas da matéria no universo surgem. Deus não pune ninguém.

 

Minha investigação sobre a verdade, a cura e a clareza de propósitos me levou a algumas instituições alternativas de aprendizado. Eu participei de uma variedade de treinamentos, palestras, workshops e retiros focados em técnicas de cura holística e disciplinas espirituais. Estudei e pratiquei várias formas de meditação, yoga e filosofias diariamente por anos. Ja fui  voluntária em um centro espirita, em um brechó beneficente, alem de dar aulas de yoga para crianças de forma facultativa por bastante tempo.

 

Leitura pra mim e vida, já fiz muitos cursos sobre saúde, espiritualidade, nutrição, medicina alternativa, filosofia, evolução espiritual e várias formas de evolução da consciência. Tudo o que eu queria era liberdade e aceitação do meu sofrimento mental, emocional e físico e encontrar um propósito em minha vida.

Hora de enfrentar meu maior medo desde a adolescência. Medo de ser amada e aceita tendo alopecia androgenética, a forma mais comum de perda de cabelo das mulheres a nível mundial.

Uma auto-dieta rigorosa sem monitoramento nutricional despertou minha predisposição genética para a queda de cabelos. Eu nunca pensei que perder alguns fios acabaria perdendo quase tudo! Naturalmente, minha psique estava morrendo, desaparecendo em uma depressão reclusa quando percebi que os tratamentos não estavam funcionando e melhorando minha condição genética. Eu odiei minha família e minha mãe por ter isso em seus genes e passar para mim! Eu me sentia arrasada, sem confiança e esse fator teve um grande impacto em minha vida.

Como eu poderia não me estressar por causa disso? Eu era uma adolescente e estava perdendo meu cabelo.

Como mulher, nosso cabelo e nossa imagem são as coroas, apenas importam o mundo para nós e enfrentar doenças como a Perda de Cabelo Feminina podem causar sérios danos não apenas à nossa aparência física, mas também à nossa personalidade e como nos colocamos no mundo.

Eu fiquei muito irritada. Fiquei irritada com o problema em si e com as pessoas que, de tempos em tempos, mencionavam isso. Percebi que havia chegado a hora de fingir e deveria encarar a verdade. Eu estava mentalmente exausta com a situação do meu cabelo e minha obsessão. Eu era uma simples garota que só queria um cabelo saudável.

Eu decidi colocar extensões fixas de cabelo, o que me levou a saborear a alegria, aliviar um pouco e me dar mais confiança comigo mesmo no espelho, fotos e socialização. Bem, pelo menos por um bom tempo.

Passei anos pensando no meu cabelo. Dias incontáveis de não me concentrar no meu propósito divino, no que realmente vim fazer neste mundo. Em vez de ocupar meu tempo em buscar autodesenvolvimento, eu pensava em cabelo a maior parte do tempo.

Eu não tinha confiança para levar nada adiante.

Para aqueles que me conhecem, eu sempre parecia confiante e animada, mas por dentro eu me sentia totalmente o oposto. É difícil encontrar as palavras para descrever o quão não feminina e feia eu me sentia.

Ana-Paula-LifeCoaching-90.jpg
Ana-Paula-LifeCoaching-106.jpg

Eu tive que trabalhar o meu medo de passar por uma loja de peruca muito antes de entrar na primeira.

Eu tive que ter a coragem de entrar no site de apoio beneficente a Alopecia no Reino Unido e admitir que precisava de apoio da comunidade e tive que trabalhar muito no meu processo de cura de tantos anos sofrendo sozinha e escondendo minha dor.

Quando compartilhei minha dor mais profunda com alguns amigos de confiança e com meu parceiro, eles ficaram em choque! Eles não acreditaram em como isso era devastador para mim, pois eu parecia estar sempre bonita, feliz e sorridente.

Todos os relacionamentos amorosos que eu tive no passado e que não funcionaram, eu estava me conectando com o meu problema de cabelo. Na minha opinião, eu pensava que não dava certo porque eles descobriam o meu cabelo ralo! Por isso, decidi trabalhar mais na cura holística, yoga e meditações para melhorar o amor próprio, aceitação e autocura.

Eu aprendi a lição de não me esconder do meu cabelo, mas nesse estágio eu aprendi a lição de compartilhar meus sentimentos mais profundos com meus amados. Isso ajuda muito, acredite em mim!

A jornada não foi fácil, mas as coisas ficam muito mais fáceis quando você tem clareza, pessoas que apoiam você e quando você sente que não está sozinha. Ter a oportunidade de sentir-se pertencido, sentir-se abraçado é essencial para superar qualquer problema físico, de saúde ou mental.

Ana-Paula-LifeCoaching-15-PB.jpg

Nesse momento, percebi que tinha que começar a aventura e me aceitar do jeito que eu era. Em PRIMEIRO LUGAR eu precisava ser muito auto-consciente sobre minha transformação interior. Caso contrário, eu não me sentiria feliz sem qualquer solução externa.

Então eu percebi que tinha que trabalhar nas minhas crenças limitantes, me abraçar com amor, entender primeiro o que estava acontecendo dentro da minha cabeça, aceitar minha situação e curar o que foi danificado em um nível mais profundo, na minha alma.

 

Eu trabalhei muito em minhas crenças limitantes com a Técnica de Liberacao Emocional, conhecida como EFT, afirmações positivas, meditações, yoga, Reiki e ThetaHealing e também ações reais para seguir adiante e encontrar-me de volta.

Ana-Paula-LifeCoaching-116.jpg
Ana-Paula-LifeCoaching-135-corte.jpg
Ana-Paula-LifeCoaching-6-corte.jpg

Empatia envolve uma conexão, algo em nós que nos ajuda a nos relacionarmos à experiência de outra pessoa.

Eu vejo você, eu sinto você, e eu entendo seus sentimentos quando tem algo em você que é muito doloroso, e você praticamente não sabe como começar a trabalhar nisso.  

Ter empatia, é diferente do sentimento de simpatia, que pode parecer crítico e nem sempre se sente apoiado. Quando oferecemos simpatia, é no sentido de coitado de você. A empatia envolve uma conexão, algo em nós mesmos que nos ajuda a nos relacionarmos com a experiência de outra pessoa, permite que as pessoas se sintam compreendidas e apoiem mesmo que nossas circunstâncias sejam diferentes, a empatia envolve deixar as pessoas saberem que não estão sozinhas.

 É estar com alguém, sentindo essa pessoa.

Não é uma resposta, como "você tem que lidar com isso para o resto de sua vida", Não necessariamente uma resposta pode fazer algo melhor. A verdade é o que torna tudo melhor, é uma conexão, focar em se sentir parte da sua tribo, com sua comunidade e criar uma conexão que mudará a maneira como você encara sua vida.

Eu sinceramente mudei a maneira que eu sinto sobre eu mesma.

 

Eu me senti confiante pela primeira vez, como há muito tempo eu não tinha mais que me preocupar com o que as pessoas notavam

Após a autorrealização, primeiro trabalhando duro com as questões internas, decidi usar um topper, que combina com o meu próprio cabelo, dando uma aparência muito natural. Ninguém nem nota que eu uso este topper de cabelo e se alguém perceber, eu realmente não me importo mais.

Eu sou muito grata pelo que vivenciei, agora tenho paz em meu coração e em minha mente. O desgaste mental e a resistência que eu vivia todos os dias da minha vida se foram e abriram a oportunidade de ter meu caminho de volta, pensar no meu propósito de vida e realmente me sentir viva com o sentimento de que estou contribuindo para o mundo, que Eu não estou perdendo meu tempo pensando em cabelo. Me mostrou como encontrar força, confiança e compaixão em mim. Eu tenho muito mais coisas interessantes para aprender, crescer e evoluir como ser humano e tenho certeza que você também.

Ana-Paula-LifeCoaching-34-menor.jpg
Ana-Paula-LifeCoaching-37-corte.jpg

O que eu acredito!

Você está aqui se sentir realizada e viver uma vida cheia de liberdade e propósito.

 

Felizmente agora posso sempre ver um propósito significativo para minha batalha pessoal. Uma parte essencial deste propósito é compartilhar com você, com o coração e a alma o que aprendi com meu próprio sofrimento, para que você possa desfrutar de sua vida com liberdade e propósito.

 

Te ofereço o apoio que você precisa para seguir em frente.

 

 Sou alguém com alguma experiência de perda que fez de mim uma pessoa melhor. Esta é apenas uma parte da minha história. Eu perdi meu cabelo, perdi minha mãe para o câncer quando estava grávida de 36 semanas, e perdi metade do meu sangue quando meu filho nasceu, mas consegui ver a vida com olhos brilhantes, e estou aqui para melhorar e adicionar luz para o mundo de alguma forma.

Precisamos viver uma vida definida pela verdade, bondade e significado. O reconhecimento externo, aprovação e validação que buscamos é apenas um grito subconsciente para que reconheçamos plenamente nosso próprio valor e paremos de rejeitar nosso verdadeiro eu.

É uma escolha do dia a dia que cada um de nós precisa fazer para superar o medo, a negatividade e a culpa.

Ana-Paula-LifeCoaching-22-PB.jpg

Você gostaria de começar sua jornada?

Assine nosso mailing e receba uma

meditação GRATUITA no seu e-mail.

Nós respeitamos sua privacidade. Assinando você concordo com nossa Política de Privacidade. Você pode se descadastrar da nossa newsletter quando quiser.

©2018 por Metta Healing & Self-love Coaching. Amorosamente criado por Citrino Design.